Histórico

  • HISTÓRICO
  •  

    No fim dos anos 70, o Brasil vivia um momento muito intenso da luta pelo resgate da democracia, com os movimentos de resistência contra a ditadura militar avançando na busca do estado democrático de direito.

     

    Na Cedae, sentíamos falta de um espaço legítimo e plural para que pudéssemos promover as discussões que, além das questões corporativas e de natureza institucional, tratassem da política de saneamento e da pesquisa e desenvolvimento de novas tecnologias, através de debates com ampla participação do corpo técnico da empresa. O objetivo fundamental dos debates era a elaboração de um conjunto de instrumentos que contribuísse concretamente para a solução dos problemas na área de saneamento, tendo como cerne a melhoria da qualidade de vida da população do Estado do Rio de Janeiro, com a erradicação das doenças cuja disseminação e/ou transmissão ocorre pela água.

     

    Nesse contexto, um grupo de técnicos da Cedae deu início aos primeiros entendimentos para a criação de uma associação de empregados que materializasse as expectativas até então esboçadas.

     

    Após várias reuniões, no dia 29 de agosto de 1980 foi realizada a Assembléia de Fundação da Associação dos Engenheiros e Arquitetos da Cedae (Aseac), no auditório do Clube de Engenharia do Rio de Janeiro, com a participação de expressivo número de engenheiros e arquitetos da Companhia. Com a eleição e posse da primeira Diretoria, Conselho Diretor e Conselho Fiscal foram iniciadas oficialmente, naquela data, as atividades desta associação, que viria a preencher a lacuna que tanto incomodava cada um daqueles que, de alguma forma, participaram da luta por sua criação.

     

    Inicialmente, a Aseac era integrada apenas pelos engenheiros e arquitetos da Cedae. Porém, com a continuidade dos trabalhos, chegou-se à conclusão de que era necessário ampliar o quadro de associados. Desta forma, no dia 8 de janeiro de 1987, a Assembléia Geral deliberou que, a partir daquela data, da Aseac poderiam participar todos os profissionais de nível universitário da Cedae, como forma de torná-la mais forte e representativa. Com esta modificação estatutária, a entidade foi rebatizada como Associação dos Empregados de Nível Universitário da Cedae, mantendo-se a tradicional e já consagrada sigla Aseac.